Vídeos Sugeridos


Árvore rústica nativa no Brasil, mais comum nas regiões intermediárias da Mata Atlântica e Cerrado, por exemplo, Belo Horizonte. Madeira nobre e famosa que continua sendo procurada e normalmente apresenta sua floração roxa/azulada nos meses de agosto e setembro.

Como preparar o chá

Quebrar as sementes, ou melhor, cortar em quatro partes, fazendo uso de um alicate de corte (modo mais seguro) ou de uma faca média/grande, apoiando a semente num local firme. Encostar bem a lâmina, apertar nas costas da faca ou bater com um socador. Ferver a água por uns 8 a 10 minutos, mergulhar quatro a cinco (4 a 5) sementes abertas para cada litro de água e ferver por mais 1,5 a 2 minutos e desligar. Abafar, deixando esfriar um pouco, depois coar e conservar em garrafa térmica ou lugar bem fresco (consumir no dia, melhor evitar geladeira).

Sugestão Consumo Chá
Beber com intervalos três horas, nunca mais de 200 ml de cada vez, devendo a cada hora, tomar a mesma quantidade de água natural. Exemplo: Se tomar sucupira as 08h 30min, tome água as 09h30min e 10h30min, voltando à sucupira às 11h30min. Evitar líquidos nas principais refeições. Atenção: Interromper o consumo a cada 15 dias por, pelo menos três dias.

Sugestão Consumo das Cápsulas e do Óleo.
Tomar duas cápsulas ao dia, sendo uma pela manhã e outra à tarde entre refeições.
Atenção: Interromper o consumo a cada 15 dias por, pelo menos três dias.
Cada cápsula corresponde a 4 gotas de óleo.
- Embalagem de 20 ml de óleo = 500 gotas, equivalentes a 125 cápsulas.
- vantagens: pode ingerir 4 gotas 2 a 3 vezes ao dia, além de fazer uso externo em massagens e também utilizar como lubrificante íntimo.
- desvantagem: difícil prever o consumo em massagens e como lubrificante íntimo e nem todas as pessoas suportam o forte sabor óleo.
- vantagens das cápsulas: praticidade e previsão no consumo, sabor imperceptível.

Alerta importante:
Para que os resultados possam ser satisfatórios e nenhum efeito colateral se manifeste no consumo das cápsulas ou do óleo, beber água equivalente a 300ml por cada 10 kg de peso do consumidor. Exemplo: 70 kg = 300 x 7 = 2.100 ml (2,1 Lts), devendo ser tomada em porções de 180/200 ml a cada hora enquanto acordado. Consumir até quinze dias consecutivos, sendo aconselhável parar por três dias a uma semana. Para mais esclarecimentos conte com nossa assistência permanente.

Atenção:
No livro "A Saúde Brota da Natureza" do Prof. Jaime Brüning, encontramos uma citação afirmando que a sucupira “deve ser evitada pelos portadores de hipertensão arterial”.
Assim, alertamos aos portadores de hipertensão interessados na sucupira, para que iniciem o uso com dosagens mínimas, fazendo uma minuciosa auto-avaliação, aumento o consumo de forma gradativa até chegar a dosagem divulgada. No entanto, nossa experiência com muitos anos de comercialização deste produto, mostrou que são raríssimos os consumidores que perceberam alterações comprometedoras, fazendo uso da sucupira, seguindo a nossa orientação.
Para maior segurança evite automedicação, mesmo com suplementos naturais, consultando sempre um médico de sua confiança.

Abraços
Cleide Nazareth
IMMBSP

 


A Amora ou Amoreira (Morus Alba) é conhecida como a planta Regulador dos Hormônios por isso atua com bastante eficácia nos sintomas da menopausa: ressecamento da vagina, irritação, ansiedade, nervosismo, memória fraca, dores musculares e das articulações, calores e algumas vezes suores frio, dor de cabeça, diminuição da libido,dificuldades para dormir, depressão, problemas urinários…

É ainda planta anti-cancerígena, no combate a osteoporose, como tônico muscular nas práticas desportivas, por possui alto teor de potássio. Depurativa do sangue, anti-séptica, vermífuga, digestiva, calmante, diurética, laxativa, refrescante, adstringente e muito útil nos problemas da tireóide. Possui poderosas propriedades anti-oxidantes por sua combinação de vitaminas C com E contribuindo assim para o rejuvinescimento e beleza da pele.

A amora ajuda a prevenir infecção urinária, reduzir o risco de úlcera e câncer no estômago.

Chá de folha de Amora - Receita
Usar três folhas em 1 litro de água fervendo,
abafar e depois de frio, tomar 3 vezes ao dia.

Fonte: http://plantasmedicianaisdaamazonia.googlepages.com/nossosprodutos

Novas pesquisas trazem outras receitas para o consumo do chá de amora miura

A folha da amora miúra e famosa por ser muito nutritiva. Ela Possui 22 vezes mais cálcio que o leite, além de conter mais potássio, magnésio e ferro natural, proteína, fibra, zinco e levedura. Obesos que tomarem o chá, auxiliados por nossa orientação/disciplina alimentar, terão resultados imediatos e surpreendentes;

Nas crianças fortalece a memória, tem ferro e cálcio natural (misture o chá a um pouco de suco de uva concentrado ou outros sabores). O Chá de Amora Miúra, difere de um remédio, sendo alimento natural. Use esse chá como água e os resultados irão aparecer em poucos dias.

O tratamento recomendado é por um período mínimo de 90 dias, devendo qualquer pessoa, manter na sua receita alimentar diária o consumo desse chá, a exemplo das tradições asiáticas que nos brindaram esse saudável hábito.

Pague com
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Cleide Nogueira Nazareth Pereira Costa - CNPJ: 15.871.785/0001-45 © Todos os direitos reservados. 2017